TEMA CRIADO POR PYZAM AND EDITADO POR EWERTON »

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Almas Gêmeas

No escuro me escondi, me tranquei.

Acreditei que estivesse sozinho no mundo

Apenas eu...

Acreditei que não houvesse ninguém a me compreender

Por muito observei a beleza da lua...

Perguntava-me se havia mais alguém alem de min a contemplar tal beleza



Mas por uma ironia do destino

No escuro que á encontrei

A quela que sempre contemplou a lua junto à min

Minha Cópia, Meu espelho, Minha alma gêmea.



A ela me entreguei sem armadura nem mascara

Tão facilmente ela tocou minha alma

Sem nem um esforço

Como se fossemos um

Dês de antes de nos conhecermos

Dês de antes de tudo isso existir

Dês de quando apenas escuridão avia

No escuro do meu coração é que eu lhe encontrei novamente



Juntos sempre estivemos,

Todo esse tempo...

Ligados por algo inexplicável

Que me faz ver que pode haver felicidade na escuridão



Num mundo onde homens Matão por nada

E morrem por tudo

Eu não me sinto mais sozinho

Sinto que tem uma mão junto a minha na escuridão

Eu sinto... O verdadeiro Amor



Ewerton H. Marschalk
Para: Joany V.

1 comentários:

Srtª Bêêh disse...

Oi Ewe. ^.^
Nossa, eu nem encontrei você no msn esses dias... Eu estou com saudade.
Que lindo esse poema!
Fico muito feliz por você, que encontraste o amor verdadeiro.
Espero que esse amor permaneça pairado por sobre suas palavras e selado em seu coração, para jamais ver-te na solidão.
Te amo *-*

Beijos;*