TEMA CRIADO POR PYZAM AND EDITADO POR EWERTON »

domingo, 7 de junho de 2009

Falsetes na Madrugada

(Sobre as variações de humor da mulher amada).

Intransponível blindagem orgânica
Escuros becos onde o núcleo dorme
Quente-frio, amargo-doce, disforme
Ontem perto hoje distante, antagônica.

Haverá prêmio no final da estrada?
Abaterei dragões em meu caminho?
Das águias roubarei ovos no ninho?
Tormentas hão de haver em minha jornada?

Cavaleiro nada, sou andarilho...
Já me basta o prazer da caminhada.

Escrito Por: Ewerton H. Marschalk
Em: 07/06/09

1 comentários:

Shyori disse...

Oi,
é a primeira vez que comento,
no entanto, já li todos os seus poemas
devo dizer que todos eles me serviram de inspiração e conforto nas horas em que eu precisava, realmente, ser tocada.
Não é admiração vaga, minha estima é para raros, e não digo que seja sortudo por isso, mas saiba que você é uma das pessoas que me ajudaram a enxergar o meu "verdadeiro eu" atravez de palavras escritas.
Não tenho muito o que dizer, mas acho que posso, simplesmente, exalar um: "Bravo!"